terça-feira, 28 de outubro de 2008

Evasão fiscal na Itália: 100 bi de euros

Em 2007 foi um recorde. Os contribuintes desmascarados pelos inspetores fiscais, sonegaram em apenas um ano apenas 6,3 bilhões de euros, 50% a mais que em 2006. Nos primeiros quatro meses deste ano, mais um recorde: 800 milhões de receita recuperados pelo Fisco, 24% s mais do que no ano anterior. Muito? Muito pouco se levarmos em conta que, de acordo com o Governo e suas agências, a evasão fiscal na Itália atinge a soma de pelo menos 100 bilhões anualmente, segundo dados do Ministério da Economia. Obviamente, é uma cifra estimada. Segundo o Istat, a economia informal italiana representa, pelo menos, 20% do produto interno bruto (PIB), cerca de 280 mil bilhões de euros. E de acordo com outras estimativas, ainda mais. Em todo o caso, na Itália, a evasão fiscal é três vezes maior do que a dos países europeus mais hábeis na luta contra a evasão, e o dobro da média européia. Se se fizesse com que todos pagassem seus impostos, ou se fosse recebida somente a metade dos 100 bi evadidos, a Itália seria um país diferente. Texto em italiano de Mario Sensini, do Corriere >>

Um comentário:

Leonardo disse...

"280 mil bilhões de euros" deveria ser "280 bilhões de Euros". O PIB não chega a 3 trilhões.